Do início da quarentena para cá, o aumento no número de redes invadidas, colocou em destaque a necessidade de proteção adequada.

Um dos efeitos colaterais da pandemia de coronavírus foi um aumento no número de ataques cibernéticos. Só o Brasil sofreu mais de 1,6 bilhão de tentativas de ataques cibernéticos no primeiro trimestre do ano. O fenômeno está claramente associado à migração em massa de empresas para regimes de trabalho remoto, com funcionários em casa, aumenta-se a vulnerabilidade das redes corporativas.

Os ataques – na maioria das vezes, visam bloquear sistemas ou roubar dados sigilosos em troca de resgates, que podem ser: liberação dos sistemas e arquivos ou mesmo para que estes não sejam divulgados publicamente.

Esse é um problema sério que pode acarretar na paralisação de todos os setores de uma empresa. Para ajudar você a ficar atento e conhecer melhor cada um dos ataques confira:

Ransomware

Conhecido como “sequestro de dados”, o ransomware bloqueia o acesso a todos os arquivos do servidor atacado, e são liberados somente após o pagamento de resgate, determinado pelo sequestrador. Evitar esse tipo de ataque pode ser mais simples do que você imagina. Continue conhecendo mais sobre os ataques cibernéticos e fique tranquilo, não deixaremos você sem solução.

Ataque de “dia zero”

Os ataques de dia zero são realizados por hackers criminosos que descobrem ou ficam sabendo de uma vulnerabilidade no sistema e a exploram rapidamente. Em outras palavras, como o próprio nome sugere, esse tipo de ataque acontece quando os desenvolvedores têm “zero dias” dias para lidarem com o problema, antes de serem explorados.

Cavalo de Troia

Bastante conhecido no meio digital, o ataque basicamente acontece quando o indivíduo executa algum anexo de e-mail de remetente suspeito ou desconhecido, ou então, realiza algum download suspeito, contendo o vírus camuflado.

Injeção SQL

Ocorre quando um invasor insere um código malicioso em um servidor que usa SQL (Structured Query Language) - que é a linguagem utilizada para troca de informações entre aplicativos e bancos de dados relacionais, e força o servidor a revelar informações que normalmente não faria.

Malware

É um programa destinado a infiltrar-se em um sistema de computador alheio de forma ilícita, com o intuito de causar danos, alterações ou roubo de informações. Depois que esse Malware infecta um PC, ele pode iniciar comunicações, potencialmente, enviando arquivos que podem conter dados confidenciais.

 

Man-in-the-Middle

Nesta modalidade o hacker coloca suas armadilhas entre a vítima e sites relevantes, como portais de bancos e contas de e-mail. Basicamente, o invasor se posiciona entre duas partes que tentam comunicar-se, intercepta mensagens enviadas e depois se passa por uma das partes envolvidas. Por isso, o primeiro passo para se proteger é checar a segurança de redes wifi públicas, antes de conectar.

Phishing

Geralmente realizado por e-mail, o Phishing é um ataque virtual no qual os hackers levam os usuários a revelarem informações sigilosas, incluindo senhas, dados bancários e CPF. Com a infinidade de conteúdos recebidos diariamente, realizar a filtragem e ainda manter-se livre de fraudes, exige ajuda.

Agora que você tem informações sobre os principais tipos de ataques cibernéticos, chegou ao ponto principal; o que fazer para manter seus dados seguros desses ataques?

Invista em proteção contra vazamento de informações

Para garantir que seus dados estejam seguros dentro da empresa é importante contar com o Endpoint Protector, fabricado pela Cososys. Por meio do software é possível controlar a toda a atividade de dispositivos nas estações de trabalho, smartphones e tablets, enquanto monitora e examina todos os possíveis pontos de saída de dados, detectando e protegendo conteúdo confidencial.

Viu só como a solução é mais simples do que você imagina? Com as redes de trabalho cada vez mais conectadas é imprescindível proteger informações sensíveis e confidenciais e, agora, você já sabe como fazer. 

 

Gostou do conteúdo deste texto? Continue acompanhando o blog da FC Brasil e conheça mais sobre o universo da segurança da informação.

Quer saber como se tornar um parceiro da FC Brasil? Clique aqui e confira o passo a passo.

Seja um Parceiro

Seja uma revenda FCBrasil!

Registre-se