CORONAVÍRUS – Ciberataque paralisa centro de testes

No momento, muitos países estão em estado de alarme e pessoas e organizações ao redor do mundo estão se unindo para enfrentar a atual pandemia de coronavírus. As empresas também estão se esforçando para otimizar a adoção de novas metodologias, como o home office, a fim de proteger a saúde de seus funcionários.

No entanto, cibercriminosos se aproveitam da situação para causar estragos, como o APT que usa o coronavírus para espalhar seu malware. Além disso, também houve várias campanhas de ransomware que exploraram a pandemia para infectar suas vítimas, e o notório botnet Emotet e o Trojan também estão usando a situação para infectar um número maior de sistemas.

3 dicas de proteção de dados para o setor de saúde

O setor de saúde está entre os mais afetados por violações de dados em nível global. Coletando dados extremamente sensíveis, valiosos e armazenando-os às vezes em sistemas desatualizados, as instituições de saúde geralmente são os principais alvos dos ataques cibernéticos.

O setor de saúde também é um dos setores mais regulamentados no que diz respeito à proteção de dados, com legislação especializada como a Lei de Portabilidade e Responsabilidade do Seguro de Saúde (HIPAA) nos EUA e o Regulamento Geral de Proteção de Dados da UE (GDPR), que faz a proteção da saúde informações obrigatórias. O descumprimento acarreta multas pesadas.

Como realizar uma reunião online

Como você organiza uma reunião quando todos estão trabalhando em casa? Você pode realizar uma videoconferência, mas para ajudar a manter os funcionários conectados ao trabalho remoto, recomendamos realizar uma reunião online por vídeo.

Não é nada para se intimidar e nem é preciso ter equipamento especial; a maioria dos laptops tem uma webcam e um microfone perfeitamente bons.

Para ajudar você a começar, reunimos um guia para realizar uma ótima reunião on-line.

Gerenciamento de funcionários remotos: Comunicação Eficaz

O trabalho remoto foi destacado nos últimos meses. Em muitas organizações, essa transição repentina tem sido perturbadora e confusa – para funcionários que se sentem mais à vontade com as rotinas de um escritório físico tradicional, bem como para líderes que antes não gerenciavam trabalhadores remotos.

É por isso que é essencial implantar parâmetros e orientações sobre trabalho remoto – de tecnologias a boas práticas. Embora o gerenciamento de funcionários remotos possa exigir um pouco de trabalho extra a curto prazo, ele tem recompensas a longo prazo à medida que os funcionários descobrem uma comunicação e colaboração aprimoradas.

Como o Endpoint Protector ajuda no trabalho remoto

Cada vez mais empresas estão permitindo que seus funcionários trabalhem remotamente para proteger sua saúde e apoiar medidas governamentais para conter a propagação do vírus COVID-19. Agora eles estão percebendo os riscos que o trabalho remoto representa para a proteção de dados e a conformidade com a legislação de proteção de dados.

Conformidade com PCI DSS e Home Office

À medida que a pandemia do COVID-19 continua se espalhando por todo o mundo, as empresas que desejam manter as operações comerciais e cumprir as novas regulamentações do governo relativas ao movimento de indivíduos adotaram amplamente modelos de home office. E, embora para certos tipos de trabalhos e setores isso não represente grandes problemas, outros enfrentam o perigo de não conformidade com os regulamentos de proteção de dados e os padrões do setor.

Como preparar sua empresa para o coronavírus

No início de março de 2020, o governo do Reino Unido declarou que até um quinto da força de trabalho pode estar doente durante o pico da epidemia de coronavírus no Reino Unido. As possíveis soluções para impedir a propagação do coronavírus incluem o incentivo ao trabalho em casa. Isso pode ajudar na contenção do vírus, mas o que isso significa para as empresas?

Este artigo analisa o impacto que o Coronavirus terá nas empresas e como você pode se preparar para a interrupção que isso trará.

Ciberataques exploram a COVID-19 – Saiba como se proteger

A atual pandemia de coronavírus COVID-19 está mudando o cenário dos negócios. A mudança mais imediata observada em muitos países é o aumento repentino na quantidade de pessoas que trabalham em casa. Devido a essa mudança, a superfície de ataque aumentou significativamente, forçando as empresas a fortalecer suas medidas de segurança cibernética para garantir que não sofram nas mãos dos criminosos cibernéticos.

No entanto, o aumento na superfície de ataque não é a única ameaça cibernética relacionada à situação global atual.